Ciências Sociais e Aplicadas

  • Compartilhe

Terapia da Família e do Casal: Abordagem Sistêmica

O processo de atendimento a crianças, adolescentes, jovens e adultos com questões diversas, oriundas  das relações familiares estabelecidas, vem como elemento central, na rotina profissional que  por tantas razões necessitam de respostas para melhor compreensão do contexto  geral. Assim,  a  razão de buscar as vertentes  mais   intervencionistas, como também  no aspecto pedagógico no que se referem a prescrição e sugestões, porque  maculam a crença  na  capacidade  da família de descobrir os seus próprios recursos de convivência.
   As dinâmicas  mudanças sociocultural que se apresenta na estrutura familiar contemporânea, denotam na sua constância  temporal, estado de crise. E, esse por sua vez, acentua  cada  vez  mais as dificuldades  nos relacionamentos, que sejam crises existenciais, relacionais de gerações ou não,  oriundas das  relações que não foram estabelecidas de forma contempladora do dialogo, da compreensão  e reciprocidade. Face ao contexto exposto podemos referenciar a abordagem sistêmica, e a  tão necessária Gestalt-terapia nascida nos Estados Unidos, tendo evoluído de um trabalho mais técnico paragmatista  para um trabalho mais interativo. Daí, a referida especialização  surge  como proponente de subsídios teóricos e conceituais, para uma compreensão das características específicas da dinâmica do grupo familiar, dos padrões de  comunicação e de suas etapas de  evolução no ciclo vital.  

 

OBJETIVOS

 

GERAL:

 

         Formar especialistas em abordagem sistêmica da família, capaz de Atuarem junto às diversas situações apresentadas pela família atendidas, nos mais variados contextos, dentro das especificidades  de trabalho de cada profissional.

 

ESPECÍFICOS:

 

Reconhecer a fundamentação teórica da metodologia do trabalho  científico.
Aprofundar o conhecimento  teórico e técnico, nos estudos sobre as dinâmicas familiares a partir da teoria sistêmica. 
Conhecer  os  fundamentos  antropológicos ( Histórico-Filosoficos) da família;
Reconhecer  a  relação de família  saúde  e  cultura. 
Identificar  como se estabelece  o processo de comunicação  e  linguagem  na  família;
Discutir o paradigma sistêmico;
Perceber o sistema de abordagem da família;
Caracterizar  a violência intrafamiliar;
Exercitar   terapia   familiar  e  conjugal;
Entender o histórico social  do Estado e do Brasil.
Conhecer a legislação e garantias de direitos da família;
Refletir sobre questões de democracia,
Debater sobre possibilidades de desenvolvimento humano;
Perceber a relação entre educação-cultura e direitos humanos.
Analisar o processo efetivo das relações humanas da família; 
Realizar pesquisa/laboratório, com grupos  de família;
Experimentar o contato com a família e o casal.

Público Alvo: Graduados  nas áreas de Ciências Humanas e  Saúde:  psicólogos, médicos, enfermeiros(a), terapeutas  ocupacionais, advogados(a),  educadores, profissionais da área da família, antropólogos, sociólogos  e demais profissionais que atuam na área diretamente ou indiretamente com  famílias e com casais.

 

Carga horária: Acontecerá em 20 módulos,  totalizando 560 horas,  distribuídas de acordo com contexto  dos  módulos.

 

MÓDULOS:

 

1º - Metodologia da pesquisa  Científica I.  
2º-Antropologia da família e do casamento 
3º - Abordagem estratégicas e novos arranjos familiares
4º- Comunicação e linguagem
5ª-Paradigma Sistêmico
6-Abordagem estrutural da família
7º- Apego  e  resiliência
8º- Terapia  intergeracional
9º - Terapia  de  Casal
10º- Escola de Milão
11º- SEMINÁRIO  INTERATIVO: desafios e perspectivas da terapia da família e do casal na contemporaneidade.
12-Terapia  Narrativa
13º- Violência intrafamiliar
14º- Família, Saúde e Cultura
15º- Introdução a  terapia  familiar  e  conjugal
16º- Praticas  em  terapia  familiar  e  conjugal : Laboratório I
17º- Praticas  em  terapia  familiar  e  conjugal: Laboratório II
18º- Praticas  em  terapia  do casal I.  Laboratório II
20-TCC. /Projeto de intervenção Social 
19º- Praticas  em  terapia  do casal. Laboratório II